• Imagem logo site propaae uefs

Notícias

23/06/2020 10:06

MOÇÃO DE REPÚDIO

A Câmara de Políitcas Afirmativas e Assuntos Estudantis da Pró-Reitoria de Políticas afirmativas e Assuntos Estudantis da Universidade Estadual de Feira de Santana e a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação repudiam indignada e veementemente o último golpe do ainda Ministro da Educação, Abraham Weintraub, ao revogar a política de inclusão vigente desde maio de 2016, que previa que as universidades federais brasileiras criassem sistemas de reserva de vagas para negros, indígenas e pessoas com deficiência. A atitude do ex-ministro é parte de uma política racista e preconceituosa aversa ao reconhecimento da dívida histórica do Estado Brasileiro às populações historicamente excluídas e, por esta razão, aversa à inclusão , à igualdade e à justiça.

Mas, do que uma decisão isolada, esta atitude é mais uma ação na política de desmonte do sistema de políticas afirmativas - ainda não consolidado - instituído pelo Ministério da Educação e Cultura - MEC. A revogação, sem quaisquer justificativas plausíveis, de uma política de inclusão reforça o caráter violento e persecutório  às políticas de inclusão por parte deste governo.

Feira de Santana, 22 de junho de 2020.


Sandra Nívia Soares de Oliveira

Presidente da CPAAE/PROPAAE


Silvone  Santa Bárbara da Silva

Pró-Reitora de Pesquisa e Pós-Graduação

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.